Terça-feira, 2 de Novembro de 2010

o destino marca a hora...

Cá estou eu a escrever mais um post inspirado pelo ''inspira-me'' do Sapo.

Consequências de um atraso...

Ora, um atraso ,  na maioria das vezes , representa um incómodo. Não é que em Portugal hajam muitos a importarem-se de cumprir horários , pois somos conhecidos também pela nossa recorrente falta de pontualidade.

Se algum compromisso é marcado para as 10 , não contem com a presença de todos os participantes nesse compromisso, antes das 10h20m. Na hora de justificar atrasos , tudo serve como motivo : o trânsito , o despertador que não tocou , o cão doente , a prima que apareceu no momento em que se ia a sair de casa, o clima , a dor de cabeça que apareceu,...whatever! Podemos não ser muito pontuais , mas criatividade não nos falta.

Chega de divagar. Eu sei que 7 em cada 10 vezes  chegamos atrasados , e vocês também sabem.Não há como negar.

Até o Orçamento de Estado de 2011 chegou atrasado! E as reuniões para debater as medidas que o novo orçamento, medidas urgentes, começam sempre atrasadas. Até a nossa classe politica é incapaz de dar bons exemplos de pontualidade.

Politiquices à parte , vou partilhar convosco uma experiência pessoal, um exemplo das consequências de um atraso.

Certo dia do ano de 2002, mais precisamente no dia 5 de Agosto , pego na mota e saio de casa. Destino: estúdio de tatuagens , para fazer a minha primeira, e única, por enquanto, tatuagem.

O dia estava marcado , a hora estava marcada...Só faltava mesmo marcar a pele com tinta.

Contrariando o hábito portuga de chegar atrasado , cheguei bem antes da hora. Estava ansioso , cheio de vontade de fazer a tatuagem. O tatuador , dando mostras de maior patriotismo que eu , chegou aí uns 25 minutos atrasado, mas em grande estilo ,  numa lindíssima mota Harley. (Que inveja!)

 Desde o começo da tatuagem até à sua conclusão , nada de atrasos. Tudo correu como estava previsto. Passadas cerca de 3 horas , eis que já a tão desejada tatuagem me cobria parte do braço. Confesso que até nem doeu tanto a fazê-la , como a pagá-la. Aí sim, doeu , embora fosse algo que eu desejava muito e já há alguns anos. Adiante...

Recomendações de higiene e cuidados a ter, umas palavritas de ocasião,... e são horas de ir para casa.

 

Antes de ir para casa , e como até ainda era cedo , fui visitar um colega de trabalho , um ucraniano, que morava ali por perto.

Cheguei a casa dele e quase antes de me cumprimentar , já ele pedia para ver a famosa tatuagem. Lá a mostrei a ele e à mulher, inchado de orgulho e de vaidade. Entre elogios à beleza da tattoo , uns quantos '' és doido. Isso deve ter doído para cara...ças'', bla bla bla bla, os ponteiros do relógio avançaram. Era quase hora de almoço, horinhas de ir para casa.

O Oleg e a mulher insistiram para eu almoçar com eles , mas eu recusei o convite, pois sabia que em casa me esperavam . Eu sei...Eu sei...Sou um menino muito bem comportadinho , escusam de me dizer. 

Despedi-me deles e meti pés , rodas da mota,ao caminho. Viagem rápida e sem percalços , passados 10 minutos estava eu a chegar à santa terrinha.

Nesse dia , um sábado , o meu irmão estava a trabalhar na casa de um sr. cá da nossa aldeia. Pensei em fazer um desvio rápido , para lhe ir mostrar a obra de arte que me embelezava o braço. ''Oh , qual quê?! Não vou. Mostro depois , quando ele vier almoçar'', pensei eu. Assim pensei , assim fiz. Fui logo directo a casa.

Cerca de 100 metros antes de chegar a casa, num local onde já se respirar o ar e a segurança do lar, doce lar , existe uma estrada que se cuza com uma outra. A visibilidade não é das melhores, mas o local até nem é perigoso.

Para meu grande azar , naquele dia , capacete enfiado na cabeça , o que dificulta ouvir os ruídos, barulho da mota a trabalhar, e uma condutora que conhecia mal a estrada, ia eu a passar a estrada, pimbas!, espetei-me contra a roda de um carro . Felizmente , e porque ia a arrancar a baixa velocidade, nem cheguei a cair , mas a pobre jante da roda da frente ficou numa lástima, toda torta. Fiquei logo fod..lixado da vida! A tatuagem já me ia sair bem cara!

Bem , o mais importante, depois de pensar bem no que poderia ter acontecido , era que eu estava bem Que se fod..lixasse a jante! Antes ela do que eu!

Passada aquela confusão que é normal gerar-se, ainda para mais numa aldeola, quando há um acidente , por mais pequeno que seja, lá fui eu para casa, com a mota ao ''colo'', arrastando-a , juntamente com mais 2 familiares.

Só passado um bocado dei por mim a pensar : -'' Dass! Porque raio fui visitar o Oleg?! Se não me tivesse atrasado lá , nada disto acontecia!''.

Há atrasos aos quais nem damos importância , mas que podem vir a originar consequências bem graves.

Por outro lado , por vezes mais vale chegar atrasado , evitando assim certos acontecimentos menos bons.

Chegando a tempo e horas , ou chegando atrasado , o que é preciso é ter a sorte de chegar bem ao destino!

 

 

 

segredo revelado : E se eu tivesse ficado em casa do Oleg, para almoçar? E se eu tivesse ido mostrar logo a tatuagem ao meu irmão? E se o tatuador se tem atrasado mais tempo? E se ele chegasse à hora marcada ,e não 25 minutos atrasado? E se eu tivesse demorado menos tempo na viagem até chegar a casa?

Tantos ''e se'', mas a verdade é que aconteceu o que tinha de acontecer, na hora que tinha de acontecer. Não houveram atrasos para a ocorrência daquele preciso momento do acidente, embora se possa pensar que foi um atraso que o motivou , ou então que se tivesse havido outro atraso , ele nem acontecia. Vá-se lá saber , ''né''?

Destino? Azar? Sorte? Acho que, bem vistas as coisas , um pouco de todas.  

 

publicado por segredo_revelado às 18:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. o destino marca a hora......

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds